Arquiteto italiano projeta casa dobrável que pode ser construída em 6 horas


09/05/2019
Um arquiteto italiano está propondo um novo modelo de habitação que, ao contrário das residências tradicionais, não consiste em um “imóvel”, mas em uma casa dobrável e transportável. Ela pode ser montada em apenas seis horas com ajuda de três pessoas.
 
O projeto, que recebe o nome de M.A.Di., é do italiano Renato Vidal, que garante que suas residências são construídas com materiais seguros e de alta qualidade - possuindo, inclusive, certificado anti-sísmico (necessário na Itália). Há alguns modelos à escolha do cliente e mesmo o mais básico possui banheiro já equipado com sanitários, utensílios de cozinha, escada de uma etapa e instalações técnicas, como sistemas elétricos e de água.
 

Não há limite para o número de módulos que podem ser montados, de forma que é possível construir casas de vários tamanhos. Para instalá-la, não é necessário nem uma base de concreto: ela pode ser colocada diretamente no chão -, desde que nivelado. Para quem deseja fixar sua residência em um lugar por longos períodos, é aconselhável construir a casa sobre estacas de fundação, disponibilizadas pela mesma companhia.
 
As estruturas podem ser personalizadas com painéis solares, sistemas de tratamento de água cinza e iluminação LED. Na produção padrão, as paredes exteriores são revestidas com lâminas de madeira na cor escolhida pelo cliente, mas existem outros tipos de acabamento, como gesso, alumínio, fibra natural e filetes de mármore, por exemplo.
 
A menor opção de residência dobrável tem 26 metros quadrados e custa cerca de 100 mil reais, ao passo que a versão mais cara tem cerca de 84 metros quadrados e custa, em média, 235 mil reais.
 
Leia na biblioteca do ENGENHARIA COMPARTILHADA:
 
PROJETOS DE ARQUITETURA E ENGENHARIA - GESTÃO DE PROJETOS
 
© 2013 - Todos os direitos reservados
 
Compartilhe essa notícia:

Veja outras notícias